sábado, 30 de outubro de 2010

Delicadezas da Aromaterapia

A literatura sobre hidrolatos ainda é pequena, mesmo na língua inglesa. No entanto, aos poucos, este "subproduto" da Aromaterapia vem ocupando o seu espaço e mostrando que suas façanhas não se restringem apenas às águas florais. Estas delicadezas da Aromaterapia são ingredientes para os meus cuidados diários. Qual o motivo para o uso contínuo e todo dia? Podem ter certeza, que além dos benefícios para a minha pele, os hidrolatos me renovam e trazem limpeza também para o meu espírito.

Entre várias definições sobre hidrolatos, citadas no meu livro "Caminhos da Aromaterapia", gosto muito da apresentada no site da Abifisa - Associação Brasileira do Setor Fitoterápico, Alimentar e de promoção de Saúde. Nesta página da internet pode-se ler que "são preparados por simples destilação com vapor de água e plantas frescas ou secas, sendo preferíveis as frescas. Hidrolatos contem de 0,05 a 0,20g do óleo essencial por litro. Por suas propriedades aromáticas, usados para xaropes e por suas propriedades adstringentes, calmantes e antipruriginosas, sob a forma de loções e cremes.

A história mostra que os hidrolatos são águas florais. Entre as mais famosas e usadas estão as de rosas, flor de laranjeira (néroli) e húngara, além da própria Água de Colônia. A aromaterapeuta Beatriz Yoshimura acredita que "os hidrolatos foram descobertos antes do óleo essencial, uma vez que os egípcios costumavam ferver plantas aromáticas e, numa tentativa de capturar seus aromas, estendiam panos sobre o vaso fumegante, que se impregnavam do vapor aromatizado".

Os hidrolatos tem aplicações variadas, que vão desde os cuidados facial e corporal (incluindo limpeza e tonificação da pele) às compressas faciais, mistura de perfumes naturais, banhos aromáticos até perfumar o ambiente. E o que considero mais importante: companheiros para toda mulher, em todas as etapas da vida, incluindo a Menopausa. No entanto, possuem prazo de validade mais curto que os óleos essenciais, que possuem em maior quantidade componentes bactericidas, fungicidas, etc. Portanto, devem ser conservados de forma apropriada, longe do calor, da luz solar e da umidade. Quando guardados em refrigeradores, tem vida útil maior.

Dicas para uso dos hidrolatos como desodorantes
Opção 1 - Hidrolato de Lavanda (100ml) + Óleo essencial de Petitgrain (10 a 12 gotas). Diluir o óleo essencial em um pouco de álcool de cereais (um colher de chá) antes de misturar com o hidrolato.
Opção 2 - Hidrolato de Rosas (100ml) + Óleo essencial de Rosas (02 gotas). Diluir o óleo essencial no álcool de cereais conforme opção 1.

Prática - Caso tenha se interessado pelo assunto, estarei realizando a oficina "Hidrolatos - Delicadezas da Aromaterapia", no próximo dia 07 de novembro (domingo), no Instituto Gildete Chaves. Preparação de desodorantes, cremes, sabonetes e enxaguatório bucal, entre outros produtos que incluem hidrolatos e ainda tinturas, extratos e tudo mais para viver bem e melhor. Será um dia de práticas e trocas divertidas. Mais informações: gorethimoura@hotmail.com ou pelo fone 81-8805-5051.
Namastê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...